Escola de Música de Jundiaí

"Prazer em fazer e ouvir música"


Quem Somos​

2014-08-22_09-01-19_1.jpg

Josette Silveira Mello Feres

Educadora Musical, formada pelo Conservatório Nacional de Canto Orfeônico, do Rio de Janeiro, onde foi aluna de H. Villa-Lobos. Formada em Piano pelo Conservatório Musical “Carlos Gomes de Campinas”, classe de Miguel Zigiatti, fez também cursos, entre outros, com H.J. Koellreuter (regência, harmonia, contraponto, análise e estética), Ernst Mahle (flauta doce, percepção e estruturação), Damiano Cozzella (harmonia), Violeta H. Gainza (iniciação musical ao piano e improvisação). É autora de “Bebê - música e movimento” e da série de livros “Iniciação Musical - brincando, criando e aprendendo” (Ed. Ricordi). Dedicando-se à educação musical desde 1954,  como professora de Musicalização Infantil. Em 1956 fez concurso de títulos e provas para professora  da rede oficial de ensino do Estado de São Paulo onde lecionou até sua aposentadoria em 1983. Membro da International Society of Music Education, foi convidada por sua Early Childhood Music Commission  para participar de seminários em 1993 na Hungria e em 1994 nos E.U.A., onde teve oportunidade de expor a metodologia de sua prática pedagógica para educadores de todo o mundo. Em 1998 frequentou os cursos “First Steps in Music” e “Conversational Solfege” na Hartt School - University of Hartford, tendo como orientador Dr. John Feierabend. Seu trabalho com bebês, englobando também crianças com vários tipos de dificuldades especiais, visa o desenvolvimento físico, mental e emocional dos alunos alcançando a musicalização através de jogos, brincadeiras, danças, movimentos e práticas musicais em conjunto.  Atualmente, além das aulas na Escola de Música de Jundiaí, por ela fundada em 1971, ministra cursos para professores de escolas de música, creches, escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental.

Musicaliza__o.jpg

Luciana Feres Nagumo

Iniciou seus estudos de musica com sua mãe, Josette Silveira Mello Feres. Estudou flauta doce, piano, violoncello e percepção musical com diversos professores, entre eles: Tânia Lisboa, Cristina Geraldini, Mikhail Malt, Patricia Michelini. Formada, com honra, em Pedagogia pelas Faculdades de Educação Padre Anchieta no ano de 1991. De 1990 à 2003, trabalhou como professora e coordenadora do curso de musicalização infantil da Escola de Musica de Jundiai. Participou de diversos congressos e conferências, tais como: “Ouvido Pensante”; Oficina de Educação Musical do Brasil, Curso Internacional de Verão de Brasilia; Encontro de Professores de Musicalização de Curitiba e Psicodrama Pedagogico no Brasil; Les chants du monde (1984) e Enfance et Musique: Musique et Psychomotricité (2005) na França; Congresso ISME (1998) na Africa do Sul e do XXX Congresso Willems (2000) em Portugal, tendo como professores: Maria Alicia Romaña, Murray Schafer, Cecilia Conde, Carmen M. M. Rocha, Eliza Zein, Thelma Chan, Jacques Chapui, entre outros. Em 1984, fez estágio em cinco diferentes creches municipais parisienses nos ateliers-musique. Cursos e oficinas ministrados: 4a. Oficina de Educação Musical no Brasil – Allegro Escola de Música (São Paulo); I Oficina de Artes – Conservatório Carlos Gomes (Campinas-SP); Oficina Cultural de Uberlândia (MG); 5a. Oficina de Educação Musical de Ribeirão Preto  (SP): I Oficina de Musicalização Infantil de Marília; Musicalização para Bebês – Via Cultura (São Paulo); III Festival de Música da Fundação das Artes  (São Caetano do Sul-SP); Curso de Musicalização Infantil (Curitiba-PR);  Oficina de Musicalização Infantil - Academia Musical Rogério Koury (Sorocaba - SP); XX Encontro de Vivências Musicais - APEMBA (Salvador - Bahia); II Emcontro de Educação Musical – UNICAMP (Campinas - SP) ;   As possibilidades Práticas do Ensino da Música na Educação Infantil - UNIMEP (Piracicaba - SP); Música para crianças - Itaú Cultural (São Paulo); Oficina de Musicalização para crianças de 2 a 4 anos na ABEM Região Norte (Rio Branco – AC); Oficina de Musicalização – Escola Allegretto (Belo Horizonte - MG). De 2004 à 2006, trabalhou como professora de musica no Relais Assistantes Maternelles (Pont-Audemer / France).  De 2007 a 2009 deu aulas de música para bebês na cidade de Alcalá de Henares (Espanha). Atualmente é diretora da área de musicalização infantil, coordenadora pedagógica dos projetos “Música e Cidadania” da Escola de Música de Jundiaí.​

cfd90fb1-bb44-428b-8aa0-a7c98485d6c9.jpeg

Claudia Feres

Nascida em São Paulo, Claudia Feres formou-se em composição e regência pela UNICAMP. Após um período em Cincinnati e Chicago, obteve o título de Mestre em música pela Northwestern University (Chicago) sob a orientação do maestro Victor Yampolsky. Estudou com Eleazar de Carvalho, Fábio Mechetti, Henrique Gregori, Teri Murai, Ronald Zollman, Gustav Meier, Robert Gutter e Jorma Panula. Claudia Feres foi premiada com a medalha de Honra da cidade de Jundiaí pelo seu trabalho como diretora artística da Orquestra Jovem de Jundiaí de 1982 a 1986. Apresentou-se frente à Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Amazonas Filarmônica, Orquestra Jovem de Brasília, Orquestra Jovem de Campinas, Orquestra de Câmara da UNICAMP, Camerata Fukuda, Sinfonia Cultura, Orquestra de Câmara de Blumenau, Opera Giocosa del Friuli Venezia-Giulia, Northwestern University Orchestra e North Shore Chamber Orchestra. Em 1987 venceu o concurso para jovens regentes, promovido pela Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Em 1990, participou do 42º Concurso Internacional da Primavera de Praga. De 1991 a 1994 foi regente titular e diretora artística da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual de Londrina. Participou do International Institute for Conductors em Kiev, onde regeu a Orquestra Sinfônica Nacional da Ucrânia. Claudia Feres foi regente adjunta da Orquestra Sinfônica de Santo André de 2004 a 2006. Foi diretora artística da Orquestra de Câmara de Jundiaí de 1999 a 2003. De 2002 a 2006 esteve à frente da Orquestra Filarmônica de Mulheres no Projeto AVON Women in Concert, apresentando-se no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, na Pedreira Paulo Leminsky, em Curitiba e Teatro Municipal do Rio de Janeiro com as sopranos Barbara Hendricks e Kiri Te Kanawa.  Ainda neste projeto, Claudia Feres se apresentou com artistas da música popular, como Rita Lee, Paula Lima, Vanessa da Mata, Margareth Menezes, Milton Nascimento e Daniela Mercury. Idealizadora de vários projetos, entre eles Concertos Matinais (Londrina - PR), Concertos Astra (Jundiaí - SP), "Música e Cidadania" (Jundiaí - SP). De 2008 a 2010 foi professora das classes de Regência da Faculdade Souza Lima. Desde 1997 é diretora artística da Escola de Música de Jundiaí, onde coordena a Orquestra de Câmara de Repertório. De 2011 a 2014 foi Regente titular da Orquestra Juvenil de Heliópolis - Instituto Baccarelli. Em 2011 foi nomeada Regente Titular e Diretora Artística da Orquestra Municipal de Jundiaí.


visite o site

EMJ.jpg

A Escola de Música de Jundiaí foi formada em 1971 pela  professora Josette Silveira Mello Feres. No  início de suas atividades, a Escola oferecia aulas de  musicalização infantil e piano. Hoje conta com professores de instrumentos e musicalização, oferecendo ainda, prática de conjunto em sua orquestra de cordas - a Orquestra de Câmara de Repertório -  no Conjunto de Música Popular, Conjunto Infanto-Juvenil, Madrigal EMJ e Coral Cênico Infantil "Dons & Tons". Importantes nomes estiveram participando do corpo docente  da Escola como, Mikhail Malt, pesquisador do IRCAM de  Paris, o compositor Silvio Ferraz, Luis Fernando Guimarães, oboísta barroco  atuando com destaque na Holanda, entre outros. Entre os ex-alunos da  EMJ, encontram-se profissionais que ocupam as principais  estantes das melhores orquestras do país, além de  diversos músicos aperfeiçoando-se no exterior. Os  cursos de Musicalização com crianças à partir  de 8 meses de idade tem sido foco de referência para  todo trabalho de musicalização desenvolvido no país,  com mostras em congressos internacionais (EUA, Hungria e  África do Sul).